Treinos de corrida para Miami

Rural Runners Royalty Free Stock Photo

Fazem 3 semanas que venho fazendo um treino de corrida específico para prova de Miami no dia 27 de outubro.

Na prova com distancia de meio Iron , 1.9 de natação , 90 de bike e 21 de corrida , além do calor que provavelmente estará bombando , a corrida em especial passa por uma ponte duas vezes , ou seja , haverão 4 subidas. Não são íngremes, mas são um pouco longas , por esta razão resolvi treinar subida na corrida.

É mais ou menos isso , veja

Downtown Miami, Florida, USA Royalty Free Stock PhotoMiami Florida Skyline

Duas coisas eu não consigo treinar , o calor e o vento que vai rolar na ponte principalmente , isso por que faço meu longo de corrida nas segundas feiras pela manhã , ou melhor, de madrugada , saio de casa por volta das 4:40 am e hoje venho correndo por volta de 16km´s , mas o volume deve aumentar mais uns 2 a 3 km´s , o que muda pouco do que estou fazendo hoje. Como já acordo com uma folga , no começo que o volume era um pouco menor sobrava mais tempo para banho, café e o passeio do cachorro , mas com o aumento do tempo/volume , não sofro para acordar , pois já acostumei o corpo.Tudo porque tenho que estar na minha mesa as 8:00 em ponto e isso aqui  é algo inegociável.

Saio de casa correndo e já logo encaro uma subida bem ingrime o que faz meu batimento subir muito , mas vou no trote bem leve , chego na USP com quase 3,3 km , lá faço pelo menos uma volta de 8km (existem uns circuitos estabelecidos na USP , volta de 6km, 8km e 10km) que consigo pegar pelo menos duas subidas boas , depois faço um sambarylove no percurso e faço mais duas subidas e volto para casa. Até ai meio que tudo bem ,. o problema é chegar em casa , pois existe um falso plano que na ida não ajuda muito , mas mata na volta .

O resultado na segunda durante o dia é um desconforto em alguns lugares , muito por conta do desconforto de correr na subida. Mas é isso ai , vamo que vamo

painful joints Royalty Free Stock Photo

 

Anúncios

Passarinho tem insônia ?

Domingo 22:00 – começa a pescaria na frente da TV , um pouco mais e chega o momento a me render ao descanso dos grandes , cama !!!!

Segunda 2:00 am – acordo como se fossem 11:00 , olho no relógio e logo penso , essa noite vai ser longa. A cabeça a mil por hora , rolo para lá , para cá e logo resolvo não lutar contra meus pensamentos, tento relaxar o máximo possível. Só quem já teve ou tem insônia e que passa por alguma situação  difícil sabe que como é duro, normalmente durmo bem , mas não tem sido fácil esses últimos dias. Uma das coisas que fiquei pensando era como que os passarinhos começam a cantar tão cedo ou tão tarde da noite ?? Porra os caras não dormem nunca ? são 24/7 ? impressionante !!!! Será que eles também tem insônia ?

Segunda 4:20 am – Já escovando os dentes  e traçando o caminho do treino de corrida na minha cabeça , fazendo as contas do tempo e qual o percurso , se pego muitas ou poucas subidas , em Miami vai ter subida pacas na corrida , é bom treinar né !! inclusive tentando a todo custo, por um breve momento, esquecer tudo um pouco e focar no treino , mas impossível.

Sair de casa antes das 5:00 am em plena segunda feira , com um clima excelente (14 graus), sem nenhuma pessoa na rua é muito louco. Fica uma coisa meio de filme ,  normalmente quando saio um pouco mais tarde , ainda encontro com algumas pessoas chegando para trabalhar , a turma do leite na frente da padaria , gente (poucos) andando na rua , algumas domésticas chegando, enfim,  a turma como eu os apelido na minha cabeça . Alias fico imaginando essa gente quando me olha correndo naquela hora , devem pensar coisas incríveis.  Mas hoje não tinha ninguém , por uns 25 minutos era eu , o barulho de tênis no asfalto e quem mais ??? Os passarinhos, lógico !!! Quando saio de casa correndo normalmente vou sem música , correr a noite na rua com música não é uma boa combinação.

Entro na USP e aquele lugar totalmente deserto , parecia que era só meu , hoje nem cachorro tinha zanzando por lá, um super contraste com sábado .Da minha casa até a porta da USP são 3,3 Km´s , tempo suficiente para aquecer e entrar com a corrida encaixada , mas hoje não foi bem assim , com a péssima noite meu batimento estava super alto , a passada estranha e a coisa não ia bem. O resultado foi uma corrida mais lenta , mais demorada e por consequência chata para caramba.

Nem o nascer do do sol que normalmente é algo que acho super bacana , que me motiva hoje foi bom , quando tudo está uma merda é foda !!!

Semana passada ouvi uma assim : A vida não ta fácil para ninguém , mas comigo já esta sendo sacanagem.

Mas missão dada é missão comprima , 15 km na conta !!!

Vamo que vamo que a semana é longa e hoje ainda tem natação a noite.