Corra atrás do seu desafio e crie suas novas oportunidades

desafio

Por toda minha vida sempre que queria fazer algo procurava estabelecer metas altas, quando resolvi voltar a estudar depois da faculdade, escolhi um MBA desafiador, assim como as outras pós graduações, no trabalho, todos os novos projetos em que me envolvi e procuro me envolver foram e são ambiciosos, no esporte, que é minha paixão, não poderia ser diferente.

Logo que comecei no triatlon, me lembro como se fosse hoje, decidi que iria fazer o Ironman. Mal sabia nadar, nunca havia pedalado e corria muito mal, se não bastasse isso pesava só 26 kilos a mais do meu peso ideal. Mas para quem iria ter que nadar 3.8 km, pedalar 180 km e correr uma maratona (42.2km’s) na sequencia, em um ano daquele dia, achei que o desafio estava a minha altura. Muitas vezes me perguntei o porque daquele desafio, mesmo naquele momento sem entender bem o que significava ou mesmo a dimensão de uma prova tão longa e tudo que está por trás daquele dia, mas acho que por ser algo, naquele momento tão intangível, tão grandioso, tão super humano que foram os motivos que me motivaram a estabelecer o desafio, afinal era o mais alto que poderia enxergar.

Hoje, com um novo estilo de vida, alguma provas nas costas e em busca de novos desafios maiores no esporte, me remete a importância dos desafios em nossas vidas, algo que nos faz ir além muitas vezes de nossas possibilidades. Acredito que em nossas vidas ou em nosso trabalho precisamos ser ousados, estabelecer metas altas, poucos são os que não são motivados através por isso verdadeiramente.

Por um certo período acreditei que algumas pessoas, diferente de mim, não se moviam através de desafios, sejam pequenos e rápidos de se realizar ou de médio, longo prazo que exigem resiliência, foco e determinação, mas que com certeza tem um sabor especial de satisfação, quando atingido, muito maior.

O Ironman era apenas uma prova extremamente desafiadora, que gerava medo pelo fato de não conseguir enxergar qual seria o caminho a se percorrer para chegar lá, assim como outros projetos que temos em nossas vidas. Em sua grande maioria os desafios que escolhemos não são impossíveis de ser alcançados, podem ser difíceis, exigem um esforço seja físico, mental ou de abdicação grandes, mas o que nos mais amedronta é falta de visão do caminho, e isso que faz a maioria das pessoas deixar para amanha, sempre empurrar ou evitar de alguma forma o começo, mas te pergunto, se não fizer e deixar para amanha o que vai restar para ser vivido hoje ?

Acredito plenamente que quem nunca enfrentou desafios, apenas passou pela vida, não viveu. Sim, todo mundo quer uma vida tranquila e estável, mas não se consegue isso sem luta, esforço e muita coragem. A vida está cheia de desafios  que, se aproveitados de forma criativa, transformam-se em oportunidades.

Portanto, corra atrás do seu desafio e crie suas novas oportunidades

I’m back

Esse último domingo , 31/5/15 aconteceu mais um edição do Ironman Brasil, esse ano infelizmente não pude acompanhar pessoalmente a prova , mesmo sendo o ano em que conhecia mais gente participando. Mas isso não foi problema, pois torci muito de casa mesmo , o que ajudou foi que a prova foi transmitida pela internet pela primeira vez, possibilitando assistir a chegada de quase todos os amigos. Foi D+

Mas passado a emoção e calor da prova , chega o momento de pensar em 2016 , parece longe , mas fazer uma prova dessas demanda planejamento , organização entre outros vários fatores.

Esse ano de 2015 a minha temporada começa em Agosto com o Challenge (bandeira concorrente do Ironman) que ocorrerá em  Maceió com distancia de 70.3 (meio), depois vem Pirassununga em novembro , na mesma distância.  Assim chegarei com uma boa base para iniciar o ciclo de 2016.

Mais um vez decidi que farei a prova no primeiro semestre , muito provavelmente em maio , por isso a importância de chegar em dezembro já com algum volume nas três modalidades.

Ano que vem , já estou confirmado para o meio Ironman de Buenos Aires em março, as outras provas preparatórias , ainda não abriram as inscrições, mas vou contando aqui.

Agrande questão agora é , faço mais uma vez o Ironman Brasil , em Florianópolis para tentar baixar meu tempo ou não , faço uma nova prova , com uma nova história ?

Se for mudar de prova , a única que existe em maio é o Ironman  Texas , prova bem conhecia , afinal alguns amigos já passaram por lá . A prova tem um clima bemmm quente e úmido ,  com vento firme em boa parte do ciclismo e natação sem roupa de borracha.

Ainda não sei qual rumo vou seguir , mas com certeza dividirei aqui a escolha e o processo.