Cabeça boa , corpo leve a dor desaparece !!!!

Medalha no peito

Etapa concluída !!!

Bastante contente com a prova que fiz neste último domingo, foi bem legal. Depois de tudo que passei para chegar aqui valeu cada instante.

A lesão no quadril , 3 semanas sem correr e a incógnita de como seria a corrida na hora da prova , a passagem aérea que deu pau na hora do embarque e a compra no preço mais cheio possível no balcão (acho que só eu fiz isso na vida) , a empresa em que trabalho que não me liberou até os 45″ do segundo tempo….. Mas no fim cheguei em Miami

Da assessoria LPL Esportes , estávamos em 12 atletas mais um dos Coach´s o Tomé , fizemos um treino de natação e pedal dois dias antes da prova que deu para sentir bem como ia ser o clima , calor , vento etc.

IMG_0965 IMG_0967[1]

Depois veio o dia da prova , dessa vez confesso que não fiquei nervoso , nem mesmo ansioso , estava com uma cabeça boa , leve e bem tranquilo. ( ainda bem).

Estava bem confiante com minha natação , sabia que se tudo desse certo nadaria na casa dos 35 minutos , por conta da correnteza que tem no final do percurso , se não, faria em menos tempo. E no pedal o plano que desenhei com meu Coach Ricardo Hirsh era ” faça seu melhor pedal da vida , pedale como se não houvesse amanhã” . Já a corrida era começar e esperar a dor chegar.

Com isso em mente eu larguei e fui superando as “novidades” no caminho , uma selva de algas no meio da natação que atrapalhou um pouco , a correnteza que foi mais forte do que imaginei. Na bike eu já esperava o vento e o calor , então não tive nenhuma surpresa durante o percurso e deu para imprimir um bom ritmo o tempo todo, fiz força viu !!!.

Agora e a corrida ????  nos últimos 5 km da bicicleta minha ansiedade aumentou bastante , fiquei o tempo todo pensando como ia ser , se ia doer , se iria conseguir correr, enfim a cabeça a mil por hora. Transição feita , tênis no pé, MUITO protetor (lembrei muito do Thiago nessa hora , um grande amigo que faz sempre a toilette completa nessa hora), boné e vamo que vamo. Já saí com a estratégia de andar em todos os postos de hidratação , pois isso aliviaria a articulação. Com um ritmo bem mais lento segui em frente e consegui chegar até o km 11 sem nada de dor , mas depois…… amigo, a coisa foi ficando feia , e da-lhe advil para dentro e a dor cada vez mais forte , foi quando coloquei na minha cabeça que não estava sentindo dor porra nenhuma , cheguei até a diminuir o pace nos intervalos de corrida , mas confesso que sofri muito. Outra coisa que valeu bem a pena foram os treinos de subida que fiz , a ponte que vi muita gente andar (era grande e chata) passei numa boa todas as vezes, foi show.

E por fim a linha de chegada , uma mistura de emoção , alivio , de um monte de sentimentos e lembranças ao mesmo tempo , inexplicável.

chegada

Durante minha corrida , na administração da dor , o que me deu grande força foram as excelentes lembranças dos meus treinos com meus parceiros queridos , dos votos de boa sorte que muita gente de deu antes da prova ,  uma energia extra absurda. Não tenho palavras para agradecer todo esse carinho que foi fundamental.

Uma coisa é certa , ninguém atravessa aquela linha de chegada sozinho , no meu caso um special thank´s aos meus parceiros que estiveram comigo nessa reta final.

Ale Ferrari que é mais companheiro do que fisioterapeuta (se bem que nessas ultimas semanas foi tudo junto) , A Fuca que além de ser minha nutricionista incrível se juntou a família LPL Esportes a pouco tempo , mas parece que estamos juntos a 1500 anos  e o GRANDE Thiago , que é um puta irmão. Não poderia deixar de mencionar o coach Ricardo Hirsh que me aguenta , mas sem ele nada disso seria possível.  Essa medalha e essa conquista não seria possível sem vcs.

Ale Ferrari , Eu , Fuca e Thiago

Ale Ferrari , Eu , Fuca e Thiago

Os números

Números da prova

Números da prova

Imagens

trasição

amanhacer Miami

amanhacer Miami

Vamo que vamo que agora é recuperar da lesão e me preparar para o próximo desafio em Abril, afinal o Ironman de Floripa ta logo ai

Pensei , ponderei, conversei com bastante gente e ta resolvido !!!!

Duas semanas atrás mais ou menos vi escapar entre meus dedos a prova do próximo domingo dia 27/10. Tanto tempo dedicado , horas e horas pensando nisso , um monte de coisas que foram deixadas em segundo plano quase escorreram pelo ralo.

A dor veio , os anti inflamatórios , a ressonância e o laudo. Pronto estava desenhada a catástrofe e mais uma vez o passado volta ao presente e quando chega no momento final surge mais uma vez um impeditivo. Mas de novo não , aaaaaa não.

Cheguei até a comprar uns amuletos para tirar a urucubaca , só podia ser olho gordo , quer dizer obeso , só podia.

amuleto

Mais ai é aquela coisa , parar é morrer !!!! Corre corre , praticamente uma internação na clínica de fisioterapia do (mago) Ale Ferrari (não sei como ele me aguenta tanto pqp) , sem treinos de corrida (não estou nem subindo escada) , natação só com pullboy e pedal bem leve. Bolsa de água quente o dia inteiro no quadril , e assim tem sido meus dias.

imagenss

Pensei , ponderei, conversei com bastante gente e ta resolvido, VAMOOOOO com tudo. O que de pior pode me acontecer nisso tudo ??? Andar 21 km´s e é isso ? Uma dorzinha também , mas ai ……

Estou me sentindo muito bem , a natação ta boa , o pedal também super consistente e a corrida antes de tudo isso ia de vento em popa.

Só aceito uma coisa:  a medalha no final , seja lá quanto tempo demore para chegar ( isso não nunca importou na verdade) , vencer todas as dificuldades.

E como sempre digo , vamo que vamo

Reta final e os percalços da vida

 

Salve Salve galera , está chegando a hora, só mais duas semanas de treinos e é isso , SHOW TIME.

Estes últimos tempos foram bastante complicados , mas o que não é complicado nessa vida , não é verdade ?

Com a separação dormir que era algo extremamente automático , se tornou um problema. Saudades do tempo em que chegava 22:30 e eu mau conseguia ficar com os olhos abertos e quando tocava o despertador as 4:30 parecia que tinha ido dormir fazia pouco. Agora em São Paulo é época dos Sabiás cantarem mais cedo para atraírem suas fêmeas, a coisa ta feia , amigo !!!! A canturia é praticamente 24 horas , sem contar as mil minhocas que passam pela minha cabeça e que claro , não me deixam dormir.

A consequência disso tudo são algumas , tanto do lado positivo , quanto do lado negativo. Do lado ruim é que todo meu planejamento e frequência de treinos vem sofrendo bastante com a rotina alterada , pois quando tenho que acordar cedo para correr já não consigo , quando tenho que me concentrar e focar naquilo que estou fazendo também não consigo. Ou seja , ta complicado ter um dia de bons treinos , sabe aquele que vc se esforça , chega no seu limite e supera sua expectativa ? Faz tempo que não acontece um desses , o que tem rolado são corridas à noite (principalmente os longos), pernas mortas pela manhã para o pedal , ausência na natação e sábado de treinos de estrada que venho me arrastando. Foda !!!

O lado bom , aaaaaaaa o lado bom , é que continuo extremamente comprometido, que apesar de todos os perrengues pessoais e dos treinos , continuo achando que viver, buscar coisas e  pessoas (novos ou antigos amigos) que me tragam alegria, que deixam minha vida mais leve , é fantástico !!!! Que não existe nada mais legal que correr atrás de um objetivo , por menor que ele seja ou por mais maluco que ele possa parecer , vale muito a pena,. E por fim e bastante importante :

 

Miami me espera hein , to chegando , meia boca ou não , to chegando e essa medalha vai voltar comigo …..aaaaaa vai .

 

Bons treinos , boa semana e Vamo que vamo

Um beijo especial para aqueles que vem fazendo a diferença nesses tempos de mar revolto.

Fui

Treinos de corrida para Miami

Rural Runners Royalty Free Stock Photo

Fazem 3 semanas que venho fazendo um treino de corrida específico para prova de Miami no dia 27 de outubro.

Na prova com distancia de meio Iron , 1.9 de natação , 90 de bike e 21 de corrida , além do calor que provavelmente estará bombando , a corrida em especial passa por uma ponte duas vezes , ou seja , haverão 4 subidas. Não são íngremes, mas são um pouco longas , por esta razão resolvi treinar subida na corrida.

É mais ou menos isso , veja

Downtown Miami, Florida, USA Royalty Free Stock PhotoMiami Florida Skyline

Duas coisas eu não consigo treinar , o calor e o vento que vai rolar na ponte principalmente , isso por que faço meu longo de corrida nas segundas feiras pela manhã , ou melhor, de madrugada , saio de casa por volta das 4:40 am e hoje venho correndo por volta de 16km´s , mas o volume deve aumentar mais uns 2 a 3 km´s , o que muda pouco do que estou fazendo hoje. Como já acordo com uma folga , no começo que o volume era um pouco menor sobrava mais tempo para banho, café e o passeio do cachorro , mas com o aumento do tempo/volume , não sofro para acordar , pois já acostumei o corpo.Tudo porque tenho que estar na minha mesa as 8:00 em ponto e isso aqui  é algo inegociável.

Saio de casa correndo e já logo encaro uma subida bem ingrime o que faz meu batimento subir muito , mas vou no trote bem leve , chego na USP com quase 3,3 km , lá faço pelo menos uma volta de 8km (existem uns circuitos estabelecidos na USP , volta de 6km, 8km e 10km) que consigo pegar pelo menos duas subidas boas , depois faço um sambarylove no percurso e faço mais duas subidas e volto para casa. Até ai meio que tudo bem ,. o problema é chegar em casa , pois existe um falso plano que na ida não ajuda muito , mas mata na volta .

O resultado na segunda durante o dia é um desconforto em alguns lugares , muito por conta do desconforto de correr na subida. Mas é isso ai , vamo que vamo

painful joints Royalty Free Stock Photo

 

Passarinho tem insônia ?

Domingo 22:00 – começa a pescaria na frente da TV , um pouco mais e chega o momento a me render ao descanso dos grandes , cama !!!!

Segunda 2:00 am – acordo como se fossem 11:00 , olho no relógio e logo penso , essa noite vai ser longa. A cabeça a mil por hora , rolo para lá , para cá e logo resolvo não lutar contra meus pensamentos, tento relaxar o máximo possível. Só quem já teve ou tem insônia e que passa por alguma situação  difícil sabe que como é duro, normalmente durmo bem , mas não tem sido fácil esses últimos dias. Uma das coisas que fiquei pensando era como que os passarinhos começam a cantar tão cedo ou tão tarde da noite ?? Porra os caras não dormem nunca ? são 24/7 ? impressionante !!!! Será que eles também tem insônia ?

Segunda 4:20 am – Já escovando os dentes  e traçando o caminho do treino de corrida na minha cabeça , fazendo as contas do tempo e qual o percurso , se pego muitas ou poucas subidas , em Miami vai ter subida pacas na corrida , é bom treinar né !! inclusive tentando a todo custo, por um breve momento, esquecer tudo um pouco e focar no treino , mas impossível.

Sair de casa antes das 5:00 am em plena segunda feira , com um clima excelente (14 graus), sem nenhuma pessoa na rua é muito louco. Fica uma coisa meio de filme ,  normalmente quando saio um pouco mais tarde , ainda encontro com algumas pessoas chegando para trabalhar , a turma do leite na frente da padaria , gente (poucos) andando na rua , algumas domésticas chegando, enfim,  a turma como eu os apelido na minha cabeça . Alias fico imaginando essa gente quando me olha correndo naquela hora , devem pensar coisas incríveis.  Mas hoje não tinha ninguém , por uns 25 minutos era eu , o barulho de tênis no asfalto e quem mais ??? Os passarinhos, lógico !!! Quando saio de casa correndo normalmente vou sem música , correr a noite na rua com música não é uma boa combinação.

Entro na USP e aquele lugar totalmente deserto , parecia que era só meu , hoje nem cachorro tinha zanzando por lá, um super contraste com sábado .Da minha casa até a porta da USP são 3,3 Km´s , tempo suficiente para aquecer e entrar com a corrida encaixada , mas hoje não foi bem assim , com a péssima noite meu batimento estava super alto , a passada estranha e a coisa não ia bem. O resultado foi uma corrida mais lenta , mais demorada e por consequência chata para caramba.

Nem o nascer do do sol que normalmente é algo que acho super bacana , que me motiva hoje foi bom , quando tudo está uma merda é foda !!!

Semana passada ouvi uma assim : A vida não ta fácil para ninguém , mas comigo já esta sendo sacanagem.

Mas missão dada é missão comprima , 15 km na conta !!!

Vamo que vamo que a semana é longa e hoje ainda tem natação a noite.

 

O que você faria ?

Esse último Domingo ocorreu  o Ironman 70.3 Brasil , prova cheia de expectativa , pois depois de algum tempo sendo realizada em Penha foi para Brasília , nossa capital.

O que está em torno nos últimos meses sobre as provas com bandeira Ironman é onde serão as novas provas anunciadas para o ano que vem , pois já em 2014 teremos duas provas 70.3 e duas 140.6 , respectivamente meio ironman e ironman completo.

Mas ainda para 2013 a novidade ficou reservado a mudança de cidade , dessa vez o palco foi Brasília , a natação no lago , com o percurso bem técnico e com um ar seco , difícil de respirar. Os comentários pré prova foram ótimos , todos elogiando o visual da prova , a tradicional organização , o tempo etc , mas ninguém espera o desfecho da prova.

O francês Jérémy Jurkiewicz cravou um pedal incrível com média de 43 Km/h no percurso sinuoso de Brasília , mas no final ….. ahhhhh o final

Foto: Mais uma imagem reveladora da chegada de ontem do Ironman 70.3 Brasil. Reparem no desespero do francês, que agarra Igor Amorelli!

Igor, o melhor Brasileiro ,  vinha tirando a distancia na corrida , cada momento a distancia diminuía , mas o Frances com a prova ganha , resolveu comemorar antes da hora !!!!

Foi então que por pouco ele não leva a prova , agora o que passou na cabeça do Igor naqueles milésimos de segundo , no fundo só ele sabe , mas o que você faria ?

O fair play existe no meio profissional ? O que faria o Airton Senna com relação ao Prost ? Ou Nelson Piquet a Mansel ?

E o próprio Igor , que vive do esporte e que mesmo já classificado para o Mundia de 70.3 e para mundial do full Ironman em Kona (a copa do mundo) , precisa dos resultados, premiação , exposição dos patrocinadores ????  E ai ?

Decisão difícil né ?

O que eu faria ? Hoje sentado na minha cadeira confortável, treino feito , pança cheia não faria nada , mas ali na hora , no calor da emoção , com o oxigênio faltando na cabeça , a torcida gritando, dando 130% e percebendo a bobeada do Frances ummmmmm………

Veja o vídeo e tire suas próprias conclusões

E a entrevista do herói Igor !!! De qualquer forma parabéns a ele , pela prova , pela atitude !!

Work Hard Be Patient and the Rest Will Follow…..

Slide1

Nada como a rotina de treinos para as coisas começarem a fazer sentido !!!

Depois de algumas semanadas com os dois treinos diários e os longos nos sábados começo a sentir a evolução nos treinos , as dores começam a diminuir e a uma incrível sensação de bem estar está no ar.

Desde o acidente essa é a primeira vez que sinto os treinos encaixados.

O volume do pedal começa a crescer , em duas semanas já volto para estrada e com treinos mais consistentes. Hoje os treinos de sábado já passam dos 70km e com os treinos de estrada vamos parar em 120km. Afinal a prova em Outubro são só 90km.

A corrida também está encaixando super bem , apesar de um volume menor venho correndo mais rápido e com mais consistência. Por enquanto nas segundas feiras , que é quando acontecem os longos ainda venho fazendo base , correndo por volta de 8Km com vários intervalos e diferentes ritmos

E a natação ??? aaaaaa a natação !!! Cara , como é difícil , mesmo tendo uma grande evolução , pois já venho nadando 7500 por semana , com alguns dias com tiros etc , o ombro dói , estala , mas sigo firme.

Continuo trabalhando minha paciência , na verdade a cabeça , pois essa é a chave de tudo, quanto mais firme e consciente que se o trabalho for feito o resultado virá !!!

Vamo que vamo

Just make sure that´s something you want, because the easy way out will always be there , ready to wash you way.

Salve Salve , como é bom voltar

Dua semanas + alguns dias já se passaram e a rotina começa a voltar. Rotina de acordar e  dormir cedo, do foco nos próximos objetivos , na plena recuperação do ombro.

Cada vez mais vejo o quanto é importante estar focado naquilo que se quer e ter certeza disso , faz toda a diferença. Principalmente nas manhas frias onde a sua cama , ou melhor , o caminho mais fácil , tem um poder absurdo sobre sua mente.

Tenho frequentado as piscinas novamente , ainda de uma forma muito tranquila , pois o foco está na flexibilidade e força, ainda é muito difícil girar o braço. Mas aos poucos estou progredindo e cada vez mais consigo nadar mais metros.

Sábado esteve na USP para o primeiro treino de transição ao ar livre , já havia realizado alguns com spinning e esteira , mas no asfalto é MUITO diferente.

Fui até que engraçado , pois fiquei na roda da Flo o tempo todo , fazendo uma força descomunal e ela em pleno passeio. Mas valeu , foram os primeiros 55 Km de muitos que tenho pela frente. Essa semana estou fazendo rolo em casa , mas semana que vem com frio ou não volto para USP para os treinos da madrugada.

Já a corrida que vinha sendo um grande desafio no passado , tem sido o esporte que mais estou me sentindo bem e que por consequência estou evoluindo rápido. Não tenho sentido nenhuma dor ou incomodo ao correr e já estou praticamente com os mesmos tempos e performance de quando tive o acidente.

Alias no sábado na USP fui muito bom correr , por mais que tenha sido por pouco tempo , mas estava uma manhã linda , com sol e temperatura agradável e ouvir o som do tênis no chão , junto com os sons das outras pessoas correndo em silencio foi sensacional. Acho que só quem corre sabe como esse som é bom . Me senti vivo novamente e agradeci muito por estar lá com saúde e de volta a fazer algo que gosto tanto.

Deixo que um filme rápido , mas que representa bem esse momento , vale prestar atenção na narração e suas palavras .

Incrível , vale a pena assistir !!!

Salve save galera tudo bem ?

Ia fazer um post semana que vem contando da primeira semana das atividades , fisio, etc, mas hoje vi um vídeo que foi um injeção de ânimo , força e que faço questão de divulgar aqui.

Convido vocês a assistirem o vídeo do Ironman 2013 que mostra muito bem o clima da prova , torcida e diferente de muitos, mostra bastante os amadores.

Vale a pena assistir , são apenas 8 minutos , Enjoy !!!

 

Back on track

ss_1

De volta!!! 

Depois de um tempo ausente aqui do blog por conta da recuperação da lesão do ombro, alias não só do blog, mas do esporte, ontem comecei o processo de fisioterapia e o retorno.

Estive em Florianópolis para acompanhar o Ironman Brasil, no dia 26 de maio, foi o início das minhas férias, confesso que não foi fácil tomar a decisão de ir, mas conforme os dias foram passando (chegamos quinta de manhã e viajamos na segunda à tarde) meus sentimentos também foram mudando e no final foi excelente poder presenciar um evento tão legal e acima de tudo, apoiar todos aqueles homens e mulheres de ferro, principalmente aqueles que  acompanho de alguma forma e estava torcendo.

Na segunda feira, dia 27, seguimos para o Hawaii, passei a maior parte das férias lá e a Flo (minha esposa), junto do Thiago Mendes foram competir no Ironman 70.3 do Hawaii, na mágiva Ilha de Kona, onde acontece o Mundial. Depois de mais de 25 horas de viajem chegamos, alguns dias de adaptação e a prova, que alias foi duríssima, um vento muito forte e um sol de rachar a cabeça de qualquer um, mas graças a deus e muito treinos , ambos terminaram a prova  e ai foi só alegria.

flo hawaii

Depois disso mudamos de Ilha e fomos para as famosas praias de Honolulu, onde ficamos mais uma semana, sol, cerveja, Stand up Padle , surf em North Shore , mergulho, foi sensacional !!!!! Mas o mais importante é que a cada dia me sentia melhor , as dores no ombro diminuíam e minha mobilidade aumentava.

Serviu também para encerrar um ciclo, tudo que foi feito, toda a dedicação e esforço fica para trás e agora pronto para seguir em frente, com novos rumos e objetivos.

goal

Ontem, dia 13/6 iniciou-se um novo ciclo, onde mais uma vez minha paciência também terá de ser trabalhada para começar a reconstruir toda a base, tijolo por tijolo. Fui ao ortopedista e já comecei a fisioterapia, hoje vou para piscina para mais exercícios e no sábado começo a fazer spinning.

Serão duas semanas de spinning pela frente e já no domingo que vem , um pouco de pedal na rua , depois uma semana no rolo. A importância aqui é começar a girar a perna , mas com todo o cuidado, pois pedalar na rua estarei exposto a um tombo e isso pode botar tudo a perder.

A corrida já começa também na semana que vem, mas no esquema do caminha 3 trota 2    minutos , para voltar a partir do dia 29/6.

Com relação a natação , serão trabalhos bem leves nas próximas semanas , para voltar a partir do dia 15/7.

Também começa um trabalha de musculação para membros inferiores para prevenir qualquer lesão nessa volta.

E por fim a nutricionista já está agendada, pois desencanei totalmente depois do acidente de controlar alimentação e nas férias enfiei os dois pés na jaca.

Valeu pela força e semana que vem atualizo o blog contando da recuperação e dos primeiros exercícios.

3 semanas que parecem 3 séculos

Salve Salve galera tudo bem ?

3 semanas se passaram depois da cirurgia no ombro , confesso que o tempo  antes passava rápido , alias voava , cado vez mais o dia 26 de maio se aproximava. Dessa vez, meu deus , como demora a passar.

Na sexta passada estive no médico , que se mostrou bastante confiante com a recuperação, fiquei animado. Ele até liberou pedalar na academia e começar com alguns exercícios , são poucos e bem simples , mas dói hein !!! Jesusssss

Com a liberação, esses últimos dias já consegui ir à academia fazer spinning (só girando, sem inventar moda). As dores vêem diminuindo cada vez mais , mas não da para bobear , pois qualquer batidinha ou mal jeito a dor é muito forte. 

Nessa quinta , partimos rumo a Floripa para assistir a prova e alimentar o sonho de 2014, na segunda partimos para o Hawaii , onde a Flo vai fazer sua prova. 

Pelo menos as férias estão ai e tenho certeza eu serão muito boas.

Bola para frente que atrás vc sabe , tá cheio de gente 

Mando mais notícias da recuperação em breve. 

 

 

Hora de seguir em frente

Chega ao fim o projeto que estava fazendo junto à revista Mundo Tri.

Por alguns meses fizemos um diário que foi publicado na revista semanalmente  , com o objetivo de mostrar os passos ate o Ironman Brasil

Alguns episódios publiquei aqui também, mas a vida segue e agora é recuperar o ombro da melhor maneira possível.

 

Próxima parada será o Meio Ironman de Miami em 27/10  

 

Segue o link do último episódio 

 

http://www.mundotri.com.br/2013/05/sonho-adiado-fernando-asdourian-se-despede-do-diario-ate-o-ironman/ 

Link

Capítulo 7 – Diário do Ironman – Em homenagem a Flo

 

 

Tudo bem ? Segue mais um capítulo do Diário do Ironman para Revista Mundo Tri. 

Esse capítulo foi feito em homenagem a minha maior companheira , incentivadora, triatleta e de quebra esposa :  Flo

Mais um capítulo do Diário do Ironman – Revista Mundo Tri

 

Inscrição em mãos

Inscrição em mãos

 

 

Tudo bem ?

Segue mais uma capítulo do Diário , esse fala sobre a prova que ocorreu dia 24/2 em Santos , está bem legal.

 

Click no link abaixo (capítulo 4)

Capitulo 4

Link

Capítulo 3 – Diário do Ironman – Revista Mundo Tri

 

 

Mais um capítulo do Diário , dessa vez um testemunho sobre os novos hábitos de alimentação , restrições e perda de peso. 

Vamo que Vamo que ta chegando 

Fe 

Projeto Diário do Ironman – Revista Mundo Tri

Imagem

O tempo passou, o trabalho apertou e os treinos então nem se fala , que acabei não colocando e nem comentando do projeto Diário do Ironman 2013.

Desde 2010 a revista Mundo Tri realiza esse projeto , consiste em mostrar o dia a dia de pessoas comuns e atletas profissionais , na forma de um diário seu percurso até o Ironman em Florianópolis.

Esse ano eu e o atleta profissional Frank Silvestrin fomos os escolhidos e a ideia é aca semana falarmos de um assunto.

Segue abaixo os dois primeiros episódios

Espero que gostem tanto quanto eu estou gostando em fazer

Episódio 1

http://www.mundotri.com.br/2013/02/diario-ate-o-ironman-brasil-2013-conhecam-fernando-asdourian/

Episódio 2

http://www.mundotri.com.br/2013/02/diario-ate-o-ironman-brasil-2013-fernando-asdourian-episodio-2/ 

Asfalto molhado = cuidado dobrado

O final de semana chega , feriado em SP , mas trabalhava na sexta, só não deu para fazer o longo de natação. Mas deu para fazer algo que não fazia faz tempo , jantar e cinema com amigos queridos , fomos assistir as aventuras de Pi e recomendo!!!

Sábado marquei de encontrar dois amigos (Thiago e Renato) as 9 , assim daria para começãr as 7:30 e dormir mais um pouco e ainda ter compania para treinar. Perfeito certo ? Mais ou menos……

Acordo sábado antes do despertador , me sentindo ótimo , pronto para encarar os 120 km fora da estrada , em uma mistura de ciclovia e USP e com ceretza um excelente treino psicológico também.

Chego na USP , olho o céu e realizo , vai chover !!!! Mas vamo que vamo , que não está chovendo ainda e o pedal é longo.

Bastou andar 10 km na ciclovia que cai o mundo e assim foi por bastante tempo , mas em momentos a chuva parava e em outros apertava. Logo veio na minha cabeça , CUIDADO , piso molhado = PERIGO.

Ao mesmo tempo ficava pensando (lá perto de Interlagos) ” porra ta longe , o que faço ?” “encosto aqui e espero para sempre ” , “entro no trem e vou até a estação da USP” , ” volto devagar , muito esperto até a USP e fim ao treino ” Qual vcs acham que escolhi ?

46 km´s pedalados , já sem chuva , dentro da USP com chão molhado e rumo ao carro , conciente que ninguém veio treinar , o meu treino estava encerrado e bola para frente, quem sabe um treino de musculação na academia.

E na última curva , a 30 metros do carro , MUITO de davagar que o asfalto chegou literamente perto rapidamente . Capote !!! A frente saiu e eu tomei o maior rola.

Fora o susto, os arranhões e as dores no corpo durante o final de semana inteiro , tudo bem !!! Pronto para outra 🙂

De metro em metro se conquista o cume

Of Course it´s Hard

Of Course it´s Hard

Os treinos longos vem se mostrando menos “assustares” do que imaginava , sei que ainda estão no começo e que tem muita coisa pela frente , mas por enquanto tudo bem (pelo menos eu acho rsrsrs).

Tive a sorte de excelente companhia nos pedais mais longos , principalmente nos de estrada , ir sozinho , pelo menos para mim será complicado. Enquanto você pedala na USP ou na Ciclovia , é legal ter alguém junto , mas é totalmente viável fazer um voo solo , mas na estrada é mais complicado.

Confesso que o pedal na estrada (Bandeirantes)  é difícil , as pernas estão doloridas pelo esforço mas ao mesmo tempo fica cada vez mais claro que “vencer” cada etapa lá é com certeza absoluta estar MUITO bem preparado. Já ouvi de várias pessoas que pedalar nessa estrada , com as várias subidas e por consequência as várias decidas  não se aplica a mesma força , que acaba pedalando menos quilometragem etc , se não girar a perna na descida , e pedalar !!!! Se ficar descansando claro que pedala menos.

Mais vai lá então fazer aquelas subidas intermináveis, vai !!! São muito duras , ainda mais para mim que nunca fui um bom escalador , mas descer rápido é D+ , botar a marcha mais “dura” e fazer força , sentir o vento no rosto é uma adrenalina indescritível , o cansaço passa, a vida passa , tudo passa rápido.

Meus treinos de quinta-feira , cada vez mais terão subidas e mais subidas , e em conjunto com a musculação para fortalecimento e ganho de força , estarei melhor preparado para enfrenta-las, já que com o aumento de volume em quilômetros , vem mais subidas pela frente. Essa semana acho que será uma semana bastante dolorida , pois hj muda a série de musculação , aumentam as subidas de quinta e a quilometragem do próximo longo também aumentará……

A corrida, que é um ponto fraco, está melhorando , a cada treino longo (as segundas) fica menos difícil e estou acertando a pulsação X ritmo cada vez mais. Já a corrida após o pedal na estrada já está duro com o mínimo , imagina quando for aumentando , meu deus.

Difícil , claro !!!!

Mas vamo que vamo , pelo menos está super divertido , tenho curtido cada vez mais e a cada treino que passa sinto que conquisto mais um metro rumo ao topo.

;0)

 

 

2013 começou faz tempo

Imagem

Normalmente quando chegamos próximos a virada do ano sempre nos incomodam aqueles desejos não realizados e ao mesmo as promessas para o próximo ano. 

Com isso nós naturalmente desaceleramos , relaxamos , vem as férias e tudo aquilo que deixamos de fazer vai sendo enterrado junto com o ano que acabou de passar. 

Para mim foi um pouco diferente, nada de relaxar e desencanar dos os objetivos, mesmo porque já estão bem definidos. E definitivamente 2013 começou faz tempo, pelo menos lá em casa. 

Começa agora em janeiro o ciclo final dos treinamentos para o Iron e o que parecia ser duro muitas vezes não era nada !!! 

Troquei a bike , tênis novos a caminho , rodas e capacete aero comprados e detalhe , em breve vários vídeos , isso mesmo , com a Go Pro (câmera show de bola) vai ficar bem mais fácil filmar e editar os vídeos desse percurso. 

Para você que colocou uma meta nessa virada , já é era de começar a correr a atrás , faça seu planejamento o quanto antes e simplesmente comece !!!! 

Vamo que vamo que o show não pode parar