Aprendendo a lidar com as adversidades e álbum de fotos Challenge Florianópolis

Medalha Challenge Floripa 2014

Medalha Challenge Floripa 2014

Salve Save galera, tudo bem?

Conforme prometido, aqui estou eu e com a medalha no peito.

Mas nem tudo são glórias, essa prova contribuiu com mais uma etapa do meu amadurecimento e evolução, tanto na vida como no esporte e principalmente me mostrou como lidar com as adversidades.

Confesso que fiquei bastante chateado com o resultado final da prova, fui muito do longe do queria e estava preparado, mas tem dia que não é seu dia e Domingo não foi o meu.

Pneu furado, cambio da bike péssimo com a corrente caindo toda hora, discussão com árbitro que quase chegou a uma briga de fato, penalização com plus da meia encharcada e por fim bolhas com pé (isso mesmo, foram tantas que na verdade as duas solas viraram duas grandes bolhas).

Na prova, assim como na nossa vida, por mais que nos sentimos preparados para os desafios, imprevistos podem acontecer pelo caminho, tornando o que era “quase certo” em algo dramático que te levam a outro rumo e com isso levando sua história para outro fim, que não o desejado.

Cada incidente ia minando minha alma, destruindo tudo que havia construído e fui em cada momento perdendo a cabeça e me descontrolando. Até que chegou um momento da corrida que desencanei totalmente, pois não havia mais nada o que poderia ser feito e resolvi “trazer para os boxes” da maneira que dava, mas desistir ??? Nunca

A maior lição de toda essa experiência , consigo enxergar hoje, dois dias após a prova e com certeza levarei para o resto da vida. É difícil se antecipar às adversidades que acontecem que não estão no seu controle, mas saber manter a calma, continuar procurando entregar o seu melhor, sem se abalar, ou melhor, utilizando isso como mais uma força para lhe incentivar e continuar em busca do seu melhor.  Essa a maior lição que aprendi de como lidar com as adversidades e para aquelas que sim estão no seu controle, ATENÇÃO !!!

Obrigado mais uma vez pela torcida e pelos votos de boa prova, Vamo que Vamo, afinal a vida é que nem a fotografia, o segredo é transformar o negativo no positivo.

Abaixo algumas fotos do final de semana

Roga e eu no Aero

Gui , Paula e Eu no Aero

Gui, Paula e Eu

Gui, Paula e Eu

Ale Ferrari e Eu na transição

Ale Ferrari e Eu na transição

Arrumando a tralha na transição

Ale, Donald e a Julia, nossa futura triatleta

Chefe do fã clube

Fotos de Toca = Uma beleeeeza

Foto Mundo Tri

Foto Mundo Tri

Ludão – tomou puxão de orelha pela bike , mas ele continua sendo o cara !!!

últimas instruções – Mar não tava para brincadeira não

Irmãos Correa , Ale e Gui

Adri Norte e Gui Correa

Na largada

Ale Ferrari , Donald, Eu , Roga

10685519_10152870267518486_5561489385576274_n

Foto Mundo Tri , Ainda não tinha dado nada errado (ainda)

10459919_10152871683728486_6062208832343616809_n

Foto Mundo Tri – Bolhas e dor sim , alegria sempre 😉

10846023_10152871686893486_52435284900514584_n

Foto Mundo Tri

10806498_10205785123136927_1955115247804825365_n

Quadro que resume MUITO bem a prova KKKK

IMG_0499

Bike check-in – Donald , Eu e Roga

IMG_0517

Paula fotógrafa oficial

IMG_0501

Entrando na T1

IMG_0500

T1- me preparando para bike

IMG_0516

Saindo para correr

IMG_0484

Um marimbondo no meu caminho

Salve galera tudo bem ?

Os treinos continuam firmes , cada vez mais os volumes aumentam , mas é assim mesmo. Estou agora num ponto onde tudo começa a ficar longo , longo , longo , não existe nada mais de uma horinha. Como referencia o pedal de sábado está na casa do dos 150 km , as corridas na casa dos 12 km , natação 8 mil por semana e assim seguimos com o início do mês de março.

CARNAVAL PEDALANDO

A semana do carnaval foi bastante importante , pois consegui dar um volume extra no pedal e de quebra um provinha no último final de semana. O legal foi ter feito no domingo a serra de Campos do Jordão, saímos ali da estrada logo depois da Carvalho Pinto e subimos até Campos , passando por Santo Antonio do Pinhal e São Bento do Sapucaí, foi D+ !!!! Claro que duro , só sobe , né !!! Mas o visual , o ar , tudo …. valeram cada pedalada.

Depois do fim de outubro eu não corri mais , a lesão (a pior que já tive) não me largava , já comentei aqui em outros textos do trabalho desenvolvido na Sports Care do Gustavo Maglioca e sua equipe de reaprender a correr que iniciei em Dezembro. Voltei com pequenas corridas com caminhadas em fevereiro e venho nesse passo desde então. Mas ainda super inseguro , tendo que ter MUITO cuidado.

No último final de semana fui fazer o GP Extreme em São Carlos , pois era uma oportunidade de testar a corrida , ver se rolava mesmo . E não é que deu tudo certo !!! Corri super bem , sem dor , sem caminhada, claro,  fiquei radiante.

GP Extreme 2Na segunda já emendei um treino de 12 Km , ainda com intervalos de caminhada , mas poucos , mesmo sentimento , sem dor !!! Aos poucos o sentimento fica mais e mais confiante para encarar os 42 Km de Floripa.

O fato curioso e muito , mas muito dolorido, foi durante o pedal da prova em São Carlos. Estava lá , fazendo a maior força no pedal , quando de repente sinto uma queimação enorme , achei até que haviam me jogado uma brasa , daquelas bem vermelhas , sabe ? O pior foi a região que senti isso , para não ser muito detalhista no tema , imagina um palmo abaixo do umbigo , agora vai uns dois dedos para direita , aff !!!

Quando senti essa queimação super forte , estava no fim de uma mega descida e no clip da bike , ou seja , não dava para colocar a mão ou mesmo sequer olhar , mas acabei fazendo uma brecada brusca e fui olhar.  Na correia , com dor e tudo mais acabei esmagando a fera e seguindo na prova. A conclusão foi um mega inchaço e uma puta dor no pedal, mas to vivo hahahaha

Valeu turma até a próxima.

 

 

Quem foi rei do jacaré nunca perde a majestade #sqnao

Não ia escrever este post , o tema era outra na verdade , mas acabei escrevendo um e-mail contando como foi a minha última prova em Santos , pelo menos por um tempo.

Mas antes vale refrasear o amigo Dalton Cabral lá de Manaus , que uma vez disse “o meu equipamento é caro e de última geração… mas os meus sonhos e o meu amor pelo triathlon não tem preço!”

Segue na íntegra :

E ai Fe como foi a prova ? Ouvi uns comentários no Face , deu muita confusão ?

Confusão ? Imagine !!!

Cheguei mega cedo lá , acho que fui um dos primeiros por conta do horário de verão.

Coloquei minhas coisas  na área de transição , que havia só uma pessoa , nem levei o tênis , uma vez que não iria correr, assim não tinha o risco de animar , fazer e me ferrar. Afinal o fim da lesão está quase lá, mesmo porque depois ia tomar bronca do Gustavo Maglioca e do Ricardo Hrish , to fora !!!

Já fui  colocando minha rupa de borracha e fui para praia , assim já sentiria o drama do mar logo , aquecia e ficava resolvido isso. 
Ao chegar na praia vejo dois surfistas me olhando e falando assim : Onde vc vai ?
Eu falei:  dar uma nadadinha 
Eles: certeza ?
mar inter santos domingo
E lá fui eu, dando de ombros e pensando , esse Núbio NUNCA vai cancelar essa prova, melhor já ver qual é a do mar.  Apesar de parecer ruim de longe, já estava lá mesmo , o que mudaria entrar antes e sentir o tamanho do problema ou deixar para entrar na hora.
Bom , lá fui eu e tentei por 15 minutos e nada,  não passei a arrebentação !!! Onda e mais onda na cabeça.
Logo voltei para praia e pensei ,  vou encontrar a turma la na transição e vamos ver o que rola , assim ta foda !!!! Hoje vai ser aqueles dias duros!!!
Volto para transição como se nada tivesse acontecido. Ai encontra um , dois , bate um papo aqui , outro ali.
Fernando , Eu , Fabio Brandão , amigo do Fernando

Fernando , Eu , Fabio Brandão , amigo do Fernando , não sei o nome.

 Resolvi voltar , ai já com uns 6 junto. Na praia já havia bastante gente nesse momento , outras pessoas no mar. Mas as condições eram as mesmas.
 Entrei , já com a ideia fixa que nada poderia me deter, me esforcei pacas,  passei a arrebentação, UFA !!!!!  Coração na boca !!!! Nadei bastante para fora, quando pensei ” ok , ta bom , agora só voltar ” Olho ao redor e ninguém junto, nenhum dos caras que entrou comigo ou qualquer outra pessoa.
Nado um pouco e já a brilhante ideia , resolvo pegar um jacaré , afinal quem foi o rei do jacaré na infância nas praias de Pitangueiras- Guarujá , nunca perde a majestade. Jacaré mode on , puta onda , curtindo , me achando o Medina, quando me dei conta do meu óculos de natação e o fim da onda que se aproximava e que como um bom surfista de ondas  já antecipei o ligeiro caldo básico que sempre ocorre no final da onda.  Logo pensei , fóóóóóódeu , não posso perder os óculos agora !!!!! Arranquei de uma vez da cabeça e desencanei do jacaré Pipe Line que vinha surfando , foi ai que a coisa ficou feia amigo !!! Puta caldo master , blaster , ultra !!!!
 Nunca bebi tanta água na vida , fora que quando sai da máquina de lavar , meio tonto , tomei outra onda na cabeça e assim foi até conseguir chegar mais perto da praia. Mas graças a deus os óculos estavam salvos. rsrsrs
 Chegando na praia , já lotada , aquela confusão , nego tentando colocar a boia e não conseguindo , reclamação geral , um monte de marmanjo com medo , meninas pedindo arrego. Olha,  tava no mínimo engraçado. E como sempre a desenformação imperava.
 Alinhamos, ia rolando uma , duas , três largadas , quando começa uma puta correria na praia , eram os bombeiros trazendo um monte de gente para margem , meninas que não nadaram e corriam como se estivem nadado (foi isso que fez o Núbio segurar todas as meninas na saída do pedal)

 Depois disso , faltavam 3 categorias para largar , incluindo a minha ,  a chuva apertou para animar um pouco , quando depois de mais de uma hora em pé na chuva e sem nenhuma informação (para que serve o sistema de som ? Para que ???) , a incrível organização resolveu largar da praia mesmo.
Tipo assim : Ou vcs ai , alinhem aqui na praia mesmo , atrás dessa risca no chão e saiam correndo, todo mundo junto e lá na transição vcs se viram ok ? Só não vale vácuo, mesmo saindo 300 pessoas juntas , ta bom ? Boa sorte
E foi nessa hora , que eu pensei , PQP o que eu to fazendo aqui ? Já não vou correr, não vou nadar , para que eu vou me arriscar nessa muvuca, na chuva  ???? Quer saber , vou comer um bom sanduba , tomar um banho e rumo a SP que eu ganho mais.
E foi assim !!!!

 

A base de tudo

1526236_495910303863544_1731605071_n

Esse é o ano hein !!!!!

O ano de 2014 começou , mas minha sensação é que não houveram muitas mudanças , venho mantendo o ritmo de treinos , sem férias , na pegada !!!!

Desde o final de dezembro estou me dedicando a uma boa base de pedal , são distancias curtas , 80 km , 100 km  de muitas subidas. O foco tem sido um pedal para desenvolver força e resistência , afinal as subidas sempre foram uma das minhas dificuldades e é esse o trabalho que venho fazendo. A ideia é fazer isso até o final do mês, para entrar em fevereiro nos treinos de mais cadência e ir aumento as distancias.

Outro foco tem sido a musculação, também peguei firme no mês de dezembro e continuo também até o final de dezembro, a ideia era ganhar mais massa magra para fazer um “estoque” e utilizar isso nos meses a frente de volume mais alto. O efeito, pelo menos na aparência e na balança está nítido, de 68 kg para 71 kg de balança, % de gordura de 17% para 13%  .

Na natação percebi bem essa diferença de força , os treinos de palmar ficaram bem mais tranquilos , tenho conseguido tempos que antes não conseguia. Mas ainda tenho nadado bem mais girado do que algo específico. O volume tem sido 6 mil por semana.

A corrida que está complicada , quer dizer , que corrida ? Nenhuma né !!! Estou fazendo um trabalho na Sports Care para reaprender  a correr , vamos ver no que vai dar , mas a cabeça está boa e é isso que vale.

Publiquei no meu face , mas não custa nada colocar aqui mais uma vez , esses dias um grande amigo e ciclista GIGANTE sofreu um acidente em Curitiba na BR , graças a Deus só uma perna e um pé quebrados , mas o susto foi grande. Não poderia deixar de fazer esta homenagem a ele , vesti o uniforme dele , de sua loja , Kona Trishop , para homenageá-lo e desejar uma rápida recuperação. Força Max , tamo junto

1512717_631997926862582_749544582_n

Pensei , ponderei, conversei com bastante gente e ta resolvido !!!!

Duas semanas atrás mais ou menos vi escapar entre meus dedos a prova do próximo domingo dia 27/10. Tanto tempo dedicado , horas e horas pensando nisso , um monte de coisas que foram deixadas em segundo plano quase escorreram pelo ralo.

A dor veio , os anti inflamatórios , a ressonância e o laudo. Pronto estava desenhada a catástrofe e mais uma vez o passado volta ao presente e quando chega no momento final surge mais uma vez um impeditivo. Mas de novo não , aaaaaa não.

Cheguei até a comprar uns amuletos para tirar a urucubaca , só podia ser olho gordo , quer dizer obeso , só podia.

amuleto

Mais ai é aquela coisa , parar é morrer !!!! Corre corre , praticamente uma internação na clínica de fisioterapia do (mago) Ale Ferrari (não sei como ele me aguenta tanto pqp) , sem treinos de corrida (não estou nem subindo escada) , natação só com pullboy e pedal bem leve. Bolsa de água quente o dia inteiro no quadril , e assim tem sido meus dias.

imagenss

Pensei , ponderei, conversei com bastante gente e ta resolvido, VAMOOOOO com tudo. O que de pior pode me acontecer nisso tudo ??? Andar 21 km´s e é isso ? Uma dorzinha também , mas ai ……

Estou me sentindo muito bem , a natação ta boa , o pedal também super consistente e a corrida antes de tudo isso ia de vento em popa.

Só aceito uma coisa:  a medalha no final , seja lá quanto tempo demore para chegar ( isso não nunca importou na verdade) , vencer todas as dificuldades.

E como sempre digo , vamo que vamo

Treinos de corrida para Miami

Rural Runners Royalty Free Stock Photo

Fazem 3 semanas que venho fazendo um treino de corrida específico para prova de Miami no dia 27 de outubro.

Na prova com distancia de meio Iron , 1.9 de natação , 90 de bike e 21 de corrida , além do calor que provavelmente estará bombando , a corrida em especial passa por uma ponte duas vezes , ou seja , haverão 4 subidas. Não são íngremes, mas são um pouco longas , por esta razão resolvi treinar subida na corrida.

É mais ou menos isso , veja

Downtown Miami, Florida, USA Royalty Free Stock PhotoMiami Florida Skyline

Duas coisas eu não consigo treinar , o calor e o vento que vai rolar na ponte principalmente , isso por que faço meu longo de corrida nas segundas feiras pela manhã , ou melhor, de madrugada , saio de casa por volta das 4:40 am e hoje venho correndo por volta de 16km´s , mas o volume deve aumentar mais uns 2 a 3 km´s , o que muda pouco do que estou fazendo hoje. Como já acordo com uma folga , no começo que o volume era um pouco menor sobrava mais tempo para banho, café e o passeio do cachorro , mas com o aumento do tempo/volume , não sofro para acordar , pois já acostumei o corpo.Tudo porque tenho que estar na minha mesa as 8:00 em ponto e isso aqui  é algo inegociável.

Saio de casa correndo e já logo encaro uma subida bem ingrime o que faz meu batimento subir muito , mas vou no trote bem leve , chego na USP com quase 3,3 km , lá faço pelo menos uma volta de 8km (existem uns circuitos estabelecidos na USP , volta de 6km, 8km e 10km) que consigo pegar pelo menos duas subidas boas , depois faço um sambarylove no percurso e faço mais duas subidas e volto para casa. Até ai meio que tudo bem ,. o problema é chegar em casa , pois existe um falso plano que na ida não ajuda muito , mas mata na volta .

O resultado na segunda durante o dia é um desconforto em alguns lugares , muito por conta do desconforto de correr na subida. Mas é isso ai , vamo que vamo

painful joints Royalty Free Stock Photo

 

Incrível , vale a pena assistir !!!

Salve save galera tudo bem ?

Ia fazer um post semana que vem contando da primeira semana das atividades , fisio, etc, mas hoje vi um vídeo que foi um injeção de ânimo , força e que faço questão de divulgar aqui.

Convido vocês a assistirem o vídeo do Ironman 2013 que mostra muito bem o clima da prova , torcida e diferente de muitos, mostra bastante os amadores.

Vale a pena assistir , são apenas 8 minutos , Enjoy !!!

 

Link

Capítulo 7 – Diário do Ironman – Em homenagem a Flo

 

 

Tudo bem ? Segue mais um capítulo do Diário do Ironman para Revista Mundo Tri. 

Esse capítulo foi feito em homenagem a minha maior companheira , incentivadora, triatleta e de quebra esposa :  Flo

Mais um capítulo do Diário do Ironman – Revista Mundo Tri

 

Inscrição em mãos

Inscrição em mãos

 

 

Tudo bem ?

Segue mais uma capítulo do Diário , esse fala sobre a prova que ocorreu dia 24/2 em Santos , está bem legal.

 

Click no link abaixo (capítulo 4)

Capitulo 4

” A jornada faz parte do destino” Tristar 111 na conta !!!!

 

Começa o feriado , e rumo ao RJ para para uma etapa da jornada, conosco o frio , a chuva e claro a ansiedade.

Ao meu lado minha esposa com as mesmas inseguranças que a pouco tempo atrás também tive ( hj tenho outras rsrsrs) , um grande amigo e parceiro o Bruno Pinheiro , Guedes parceiro de treino e nosso Coach Ricardo Hirsh !!!

Curtição total ,  mesmo apesar da chuva deu para  passear e descansar. Do momento de pegar o Kit , visitar a feirinha da prova (que estava fraca), assistir ao simpósio , fazer check in  da bike  , enfim tudo !!!

A prova :

Mar mexido , correnteza puxando absurdo e muita gente , conclusão, porradaria total na primeira e terceira boia.Como eu tomei e dessa vez dei muita porrada também , nossa !!!! Não sei dos tempos oficiais , mas no meu relógio sai da água com 21 minutos , 3 acima do que pretendia.

T1: muito cheia , ai confesso que a organização falhou , podia ter mais espaço , para ter uma ideia não tinha onde sentar no chão para tirar a roupa de borracha , mas tudo bem. Demorei muito tempo no processo de sair para pedalar , fica a lição de agilizar mais nessa parte.

Sai para o pedal e correu tudo maravilhosamente bem, mesmo com as adversidades do vento , asfalto péssimo na perimetral , fiz melhor que imaginei , abaixo de 3 horas (no meu garmin deu 2.57). Fiz força , fiquei puto com o grupo de cariocas folgados na minha roda por duas voltas , curti o visual do corcovado , brinquei com o pessoal que estava lá apoiando ( Família Hrish em peso , Ricardo (marido da Camila) , Tati e Bel da Asics, Marcela (namorada do Bruno)) , mas por fim acabei bem cansado, com um puta sorriso.

T2: foi rápida e o logo sai para correr , coisa de 3 minutos

Agora amigo , aaaaa corrida é outra história , sempre houvi e nunca acreditei que metade da prova é na metade da corrida , PQP !!!. Foi uma mistura de raiva dos cariocas que passam por mim no final do 2km inteiros e falando ” ai parceiro , monsssstruuu seu pedal heinnnn” e muito aprendizado!!! Não sofri, pois fiz um corre anda e só apertei o ritmo e mantive o pace lá pelo 7 Km e fui até o final. Mas a cabeça e estar acostumado com os vérios sofrimentos é extremamente importante e isso é que te faz seguir em frente.

Tempo total: 4:32

Conclusão:

Me diverti bastante , aprendi um monte de coisa nova , tenho muito mais para aprender, mas acredito que estou no caminho certo. Valeu muito !!!

Mas já semana que vem tem travessia em São Sebastião e mês que vem a quente Pirassununga me aguarda para uma prova dura. Mas com certeza lá exercerei vários aprendizados da Tristar.

Menção especial para a Flo que além de ter feito sua estréia com maestria ficou em 2 na categoria !!! Parabéns

Algumas fotos :

Efeito placebo , será ?

Imagem

Pronto!!!!! uma semana para Tristar Rio de Janeiro

O que tinha que ser feito ta feito !!!! Mas confesso que a ansiedade começa a bater a porta.

Sexta de manhã partimos para a cidade maravilhosa rumo a mais uma prova e a um grande passo rumo ao Iron 2013

Serão 1.000 metros na água, 100km em cima da bike e 10 km de corrida , UFA !!!

A roupa de borracha chegou essa semana e amanhã faço o test drive, vamos ver o que rola , mas vai ficar apertada, claro.

Essa semana fiz três excelentes treinos de bike, terça com a galera da Personal Life , quinta com o capacete aéro , parecia que estava ligado no 220 , a coisa fluía e fluía , perguntei umas duas vezes para o David (tem sido um grande parceiro de treino de quinta além de ser meu técnico de corrida) se o garmim ( equipamento que controla velocidade , batimento cardíaco , distância , entre outras coisas) estava marcando certo. E finalmente hj que coloquei as rodas de carbono (Obrigado Ale mais uma vez) , sensação de estar com um motor ligado ……..

Fica a pergunta , ajuda mesmo ??? Ou é coisa da minha cabeça ?? Não sei , só sei que que nunca pedalei tão rápido e fácil.

Domingo que vem conto a vocês como foi , se ajudou ou não

Essa semana , só treinos leves , muito descanso e nos vemos na linha de chegada !!!

Imagem

O Mar não é só para peixe !!!

Bom dia , esses últimos dias foram bem agitados e corridos.

Nas últimas semanas a rotina dos treinos foram mantidas , as corridas de segunda estão voltando, as dores diminuindo , a musculação começando a dar resultados tangíveis, enfim , essa rotina é bastante importante , pois só assim se ganha ritmo e se evolui.

Mas falando de correria , essa final de semana foi intenso , na sexta o aniversário de uma amiga muito querida e especial, mas aqueeeela comilança , vinho etc … E pode parecer frescura quando dizemos que você é o que vc come , mas senti isso no sábado , pois depois de um fondue MARAVILHOSO  na sexta a noite, sofri MUITO no sábado durante o treino, mas as duas horas de pedal com 20 minutos de corrida mesmo sendo sofridos passaram ,….. Ufa !!!

Banho e estrada , rumo a Ilhabela , que continua MUITO bela mesmo , que lugar mágico , ainda mais com um casamento “pé na areia” , que estava muito bem decorado , com comida excelente , enfim tudo ótimo. Mas o acúmulo da semana puxada e a manhã de sábado cobraram seu preço. Fomo embora cedo do casório e logo para cama , já que no domingo tinha mais pela frente.

Amanhecer na Balsa

Domingo 7:00 am estava eu atravessando a balsa rumo a Caraguatatuba , com um visual lindo e frio desgraçado. Os temidos 2.000 metros me esperavam  e junto aquela mistura de tranquilidade e expectativa se conseguiria , quais dificuldades enfrentaria etc…

9:00 largada !!! Até a primeira boia uma grande confusão , se apertava o passo eu atropelava alguém , se diminuía era atropelado. Nunca tomei tanto pescotapa na vida , mas segui em frente , passei a primeira parte e rumo a segunda boia que estava mais aberta e para fora no mar. Nessa altura o pessoal espalhou um pouco e consegui nadar mais tranquilo , e sem engolir muita água. Mas impressionante como a falta de experiência atrapalha , pois perdi muito tempo arrumando a rota  de navegação e engolindo água tentando enxergar a boia , mas isso é treino !!!

Passo a segunda , e quando de repente já estou na terceira e me lembro que tem que falar o número, logo percebo que não me lembro do meu e para melhorar não consigo ver o que está escrito no ombro , que beleeeeza!!!  Mini trauma passado , me sentindo bem e confiante resolvo aumentar o ritmo até a quarta e última boia. Mas já com os braços um pouco pesados , a sensação era que estava voando na água , mas era só sensação mesmo, pois o ritmo não mudou. Quando enfim chego a praia , super contente por ter vencido mais essa etapa, resultado no meu Garmin , 1.934 metros em 36.12 minutos.

Como o domingo ainda estava apenas começando , toca eu de volta para Ilha , para pelo menos uma hora  e meia relaxando na praia e rumo a SP para a despedida de solteiro do GRANDE Volpi, que entrará para o hall dos casados sábado que vem.

Resultado geral é que hj não acordei para nadar , to com o fígado gritando até agora , mas contente com a rotina e com as novas conquistas. Dia 24.10 tem outra em São Sebastião , onde vou poder curtir um pouco mais a Ilha Bela e nadar uma prova um pouco maior de 2500 metros.

 

E vamo que vamo que o inverno chegou …………..

 

Volta da Ilha

Está chegando a prova Volta da Ilha !!!! É este final de semana ………

 

Preparativos quase todos prontos , vamos na sexta na hora do almoço e como a maioria das pessoas da equipe chegará no mesmo horário as Kombis já estarão nos esperando.

Nossa equipe são de 9 pessoas se não me engano , que alias se chama “CORREMOS MAIS QUE A KOMBI”  hehehehe . Teremos que correr mais que um trecho a grande mairoia das pessoas, eu correrei dois trechos e a Flo também dois.

Os meus são o 10 e o 14 , com uma mistura de asfalto , estrada de terra , duna e tudo mais , vai ser no minimo divertido

Todas as orações feitas para a panturrilha não apitar no meio da prova , já que nas duas últimas semanas fiquei de molho com relação a corrida , e além disso tentei tratar da melhor forma com fisio , gelo, anti inflamatório e tudo mais!!!!!

Próximo post coloco como foi a prova e fotos etc…

Vamo que vamo

Calendário de provas para 2012 X Motivação

E ai tudo bem ?

Hoje li um texto muito legal sobre motivação , ele é voltado para quem pratica algum esporte e tem alguma competição pela frente. Mas acho que serve para qualquer coisa na vida na verdade , nada melhor que você estabelecer um desafio na vida e se preparar para vence-lo !!!!

E cada vez mais vejo que isso é para poucos , é fácil na verdade ficar no sofá com o controle remoto na mão reclamando da vida e de tudo , não é verdade ?

Estar motivado é fundamental , como boa parte de seu “treinamento” ou preparação para vencer os obstáculos que virão pela frente. E como diz o próprio título do meu blog , “rumo ao objetivo….”

Convido você a ler http://rihirsch.wordpress.com/

Mas voltando ao assunto do post de hoje , comecei a traçar meus objetivos para este ano, inclusive os resultados dirão como será o Iron 2013, então nada de corpo mole!!!

Se vai dar certo não sei , mas que vou me motivar cada vez mais para treinar e conquistar esses objetivos, a isso eu vou com certeza !!!!!

A ideia é mais ou menos essa:

Prova Modalidade Data
Volta da Ilha Corrida 14/abr
Energizer Corrida 28/abr
Brasil fit Triathlon Short 06/mai
Stoneman Corrida 14 Km 19/mai
6º Circuito de SHORT Triathlon Santa Cecília Triathlon Short 12/ago
Asics Corrida 21KM Agosto
Circuito Netuno de Travessias Travessia 1500 metros 16/set
Troféu brasil Triathlon Olimpico 23/set
MARATONAS AQUÁTICAS Travessia 2500 metros 21/out
Pirasssununga Triathlon dist. Meio Iron Novembro
Stoneman Corrida 21KM Dezembro
Fuga das Ilhas Travessia 1500 metros Dezembro

Obrigado mais uma vez pela cia e por acompanhar minhas loucuras

Nos vemos por ai

Fe

Um final de semana de aprendizados

Image

Esse final de semana dei mais um passo rumo ao meu objetivo , alias falando nisso , um amigo me perguntou “e depois Fe, vc não vai ficar mal ou perdido ???”

Fiquei feliz com a pergunta , pois ele também tem certeza que conquistarei, mas até então não tinha pensado muito nisso , mas minha resposta na hora é a mesma que agora , o que significa que não possa mudar. 

Depois do Iron….. sei lá agente arranja outro objetivo e seguimos em frente , afinal a a vida é assim não é ? Um objetivo atrás do outro. 

Esse final de semana foi de muito aprendizado, fiz mais uma prova de triathlon , o 21 Troféu Brasil , que apesar de ser uma prova com inúmeros problemas de organização, é boa para construir um caminho sólido.

Consegui baixar meu tempo em 4 minutos mais ou menos ( isso porque não sei ao certo meu tempo da primeira prova , já que perdi a largada), o que me deixou extremamente feliz. Presumindo que meu tempo foi de 1:25… já que perdi uns 3/2 minutos da largada (tempo oficial 1:28…), fiz 1:21… O que não significa muita coisa , só que meus treinamento e fundamentos estão evoluindo. 

Mas como disse antes foram vários aprendizados , coisas que por mais que eu veja os outros fazendo , ou mesmo algém me dizendo , só tomando na cabeça para aprender. Mas que bom que está sendo agora esse aprendizado , pois lá na frente , quando o bicho estiver pegando eles serão de grande valia. 

Vaselina 

Sempre vejo todos com um potinho na mala e a grande maioria na transição vive se melecando , sempre me falavam que era bom e tal , mas nunca dei devida importância. Resultado duas bolhas enormes nos pés por correr sem meia e com o tênis molhado. 

Lição : além de colocar a vaselina nos pés ou tênis , pescoço e canela (qdo o uso de roupa de borracha), 2 minutos perdidos para colcoar uma meia não matará ninguém. 

“montada”na bike 

Outra coisa que aprendi foi montar na bike correndo e desmonta-la ainda em movimento. Tarefa difícil essa !!!! Isso tudo porque a sapatilha (sapato apropriado para pedal) já está preso no pedal e ao montar com a bicicleta em movimento ganha-se um tempo. Mas depois de quase alguns tombos e algumas pancadas consegui , agora é praticar !!!

Lição : A pressa e a falta de concentração por conta da prova leia-se afobação, e esses treinamento, podem e trazem roxos nos lugares mais incríveis, sem contar a dor na canela e na hora de sentar. rsrsrs

Saída de curvas ou retomada 

Terminei a prova com a sensação que poderia ter feito mais rápido, digo o tempo no geral, isso por conta da bike também, apesar de ter pedalado mais forte e por consequência rápido, toda saída de curva e retomada de velocidade foi ruim, demorava muito para chegar na velocidade nas retas que coloquei como objetivo. 

Lição: reduzir duas marchas e sair pedalando em pé , assim chegará a velocidade ideal mais rápido (essa foi vacilo meu , já deveria ter feito isso, pois já sabia) 

E por fim fica a grande a confirmação mais uma vez de uma das grandes lições , que na verdade vale para tudo , trabalho , vida , esporte , enfim , tudo!!!! 

A persistência, rotina , foco me levarão ao sucesso e a conquista de TODOS meus objetivos !!!! 

 

Vídeo que mostra um pouco da prova:  http://www.funfsports.com/videos/TrofeuBrasil/1a-etapa-trofeu-brasil-de-triathlon-1294v36a284.mstp  

Bom dia , boa semana e até o próximo post 😉 

Image

O sofrimento é passageiro, desistir é para sempre.

~ Frase de Lance Armstrong

Corrida Bertioga – Maresias

Esse final de semana vou correr a prova Bertioga – Maresias , expectativa já que nunca fiz a prova e por ser em equipe.

Claro que a ideia é diversão pura , mesmo porque vamos todos ficar na mesma pousada e serão duas equipes que também ajudará no animo da galera.

Recebei o percurso hoje   e vi que existem vários trechos de praia , com areia dura , também uma novidade nos meus treinos , pois fazia tempo que não corria na praia.

Para fechar domingo faremos um treino de pedal na Rio Santos

Depois conto mais aqui como foi