O famoso e difícil 100%

Essa semana conversando com alguns amigos sobre treinos , provas e principalmente sobre a correria do dia-dia , vi que a grande maioria das pessoas não completa a planilha 100%

Resolvi escrever sobre isso , pois realmente este ano vinha sendo bem complicado realiza-la em 100% , e nessa semana passado eu fiz ! Ufa !!! Tudo bem que os volumes não estão grandes , mas foram 2 treinos diários até quinta , sexta off e transição no sábado.

Esse era o pedido, pelo menos, mas nessa fase pode haver algum ajuste , ainda , não foi diferente , acabei ficando bem dolorido (quadríceps) do treino de quarta e quinta de manha que tive que mudar a natação de quinta a noite para sexta. Mesmo assim sofri bastante no sábado durante o treino.

Mas fiquei pensativo a respeito disso , sobre o pular o treino. Mas vi que temos outras prioridades ao nosso redor, que muitas vezes ficam em nossa cabeça ou melhor , em nosso caminho.

No ano passado completar os 100% era mais fácil , talvez pelo nervosismo ou ansiedade do primeiro Ironman , hoje com mais bagagem você acaba se permitindo abrir mão de um treino aqui outro ali, mas que fazem falta isso sim  e muita.

Dai que vem a  frase famosa de um monte de gente que se mete nisso , “abri mão de tanta coisa ….” realmente , acaba que abre mão mesmo, mas não existe vitória sem sacrifício e isso também é fato.

Agora entrando na reta final do Challenge Maceió a ideia é ficar nos 90% pelo menos, mesmo com as coisas acontecendo ao redor que te puxam para fora da planilha.

Bons treinos e boa semana

Anúncios

I’m back

Esse último domingo , 31/5/15 aconteceu mais um edição do Ironman Brasil, esse ano infelizmente não pude acompanhar pessoalmente a prova , mesmo sendo o ano em que conhecia mais gente participando. Mas isso não foi problema, pois torci muito de casa mesmo , o que ajudou foi que a prova foi transmitida pela internet pela primeira vez, possibilitando assistir a chegada de quase todos os amigos. Foi D+

Mas passado a emoção e calor da prova , chega o momento de pensar em 2016 , parece longe , mas fazer uma prova dessas demanda planejamento , organização entre outros vários fatores.

Esse ano de 2015 a minha temporada começa em Agosto com o Challenge (bandeira concorrente do Ironman) que ocorrerá em  Maceió com distancia de 70.3 (meio), depois vem Pirassununga em novembro , na mesma distância.  Assim chegarei com uma boa base para iniciar o ciclo de 2016.

Mais um vez decidi que farei a prova no primeiro semestre , muito provavelmente em maio , por isso a importância de chegar em dezembro já com algum volume nas três modalidades.

Ano que vem , já estou confirmado para o meio Ironman de Buenos Aires em março, as outras provas preparatórias , ainda não abriram as inscrições, mas vou contando aqui.

Agrande questão agora é , faço mais uma vez o Ironman Brasil , em Florianópolis para tentar baixar meu tempo ou não , faço uma nova prova , com uma nova história ?

Se for mudar de prova , a única que existe em maio é o Ironman  Texas , prova bem conhecia , afinal alguns amigos já passaram por lá . A prova tem um clima bemmm quente e úmido ,  com vento firme em boa parte do ciclismo e natação sem roupa de borracha.

Ainda não sei qual rumo vou seguir , mas com certeza dividirei aqui a escolha e o processo.